Anúncio 680 x 110 px

O Vampiro - A Usurpação de Paulínia.

Moradia? Somente um Sonho...
Moradia é um sonho que todo cidadão almeja. Já se vai quase três anos de mandato do prefeito Pavan e até o momento não foi entregue nenhuma unidade de habitação. Agora, depois de sua imagem ter sido manchada por vários acontecimentos em nossa cidade, começa uma corrida para anunciar planos habitacionais no município.
Muito me espanta essa boa vontade repentina. Justamente agora que faltam seis meses para entrarmos em ano eleitoral. Porque então logo no começo do mandato não deram andamento a essa necessidade gritante dos pais e mães paulinenses. Que aguardam a muitos anos uma chance para dar um teto a seus filhos. Não se iludam, isso é falta de vontade política e medo de largar o osso.

A Fortuna Pública
O dinheiro arrecadado pela prefeitura por meio dos impostos, tem sido alvo de saqueadores sem escrúpulos.
Verdadeiros vampiros com sede de sangue. Sangue esse da população de Paulínia. O munícipe dá o suor de seu trabalho para construir um futuro melhor a todos e a fortuna conseguida com o trabalho de milhares de pessoas honestas vai para na mão de aproveitadores corruptos que fazem mal uso do dinheiro público. A falta de capacidade do gestor Pavan é clara. Colocar postes novos no lugar de outros em boas condições, isso é no mínimo estranho. Enquanto isso falta remédios nos postos de saúde e a merenda das nossas crianças caiu drasticamente de qualidade e variedade. A creche do Cooperlotes ainda não foi terminada, e já esta com um super faturamento. As Escolas do Fundamental no São José e Bom Retiro prometidas pela Secretária da Educação Maria Estela Sigrist Betini estão atrasadas.

Nossas crianças, nosso maior tesouro.
Doces pessoas que cuidamos com tanto carinho. Filhos e filhas dos tão orgulhosos pais e mães dessa Paulínia. Elas merecem todo nosso apreço e consideração. Em nome delas eu lanço um alerta, se nada for feito agora para melhorar o futuro de nossos filhos, de nada adianta. É essa a herança que devemos deixar para as crianças. Uma Paulínia usurpada por políticos mal intencionados, corruptos e vampiros do nosso dinheiro. Todos os dias acordamos cedo e vamos trabalhar cheio de sonhos e projetos para nossa família, então eu digo que devemos combater essa doença que assola a sociedade paulinense.

A Sociedade e a Democracia
A máquina social depende do político para administrar nossas vidas e nossas riquezas produzidas. Temos nas mãos a responsabilidade de escolher esses políticos, então usemos com inteligência essa ferramenta chamada "Democracia". Do mesmo modo que podemos colocar esses representantes políticos que aí estão, podemos tira-los também. O movimento "Fora Pavan" nada mais é do que a expressão da democracia no mais amplo sentido. Moradores de Paulínia, trabalhadores e estudantes, prestem atenção a esse movimento. Façam um exame de consciência e vão ver que esse prefeito que aí está não merece a responsabilidade que lhe foi dada.


Ser prefeito é uma honra?
Sim. Um cargo desses é de uma amplitude magnífica. Porque imagine vocês quantas coisas boas se pode fazer as pessoas de uma cidade. Deixando uma boa herança para mais de 80 mil habitantes. Mas a herança que o Pavan esta deixando é de incompetência e desmando, jogando a sociedade paulinense a margem de nossas riquezas. Digo isso porque muitas situações estão a desejar. Remanejam crianças da região do João Aranha com apenas três anos e meio, para frequentarem a Emei do Carolina em Santa Terezinha. Qual mãe vai trabalhar sossegada sabendo que seu pequenino filho vai atravessar a cidade em um ônibus todos os dias.

Juventude Paulinense
A juventude de Paulínia precisa acordar e fazer valer sua força que sempre ajudou a mudar a história desse país chamado Brasil. Jovens paulinenses busquem com afinco a verdade das coisas políticas de Paulínia. Vejam e cobrem do gestor uma postura perante vocês. São mais de 18.000 estudantes. O que se tem feito para vocês. Cadê o incentivo, a boa estrutura. O lazer, a cultura e segurança. Quando digo isso é falando do que acontece ai no seu bairro. Hoje temos festivais em Paulínia que custam caro a entrada e muitos não podem usufruir. Então deve-se pensar em mecanismos mais abrangentes, que atinjam todos os jovens de Paulínia, de todas as classes da sociedade.



Compartilhar Google Plus

Autor Roger Dance

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.