Anúncio 680 x 110 px

Quatro Meses de luta do Movimento Paulínia

Roger Dance a Retrospectiva.
Vamos refrescar a memória um pouco gente, fazendo um exercício de reflexão desses quatro meses de existência do Blog "Movimento Paulínia". Faço isso para vocês perceberem o quanto cada um de nós podemos fazer uma grande diferença na sociedade em que vivemos. Se sairmos da situação de comodismo e lutar por aquilo que acreditamos.

São 41 matérias todas carregadas de desabafos, esclarecimentos e denúncias. Já denunciei o gasto com Pão e Circo, fui em defesa do servidor público, denunciei a manipulação de imprensa "marrom", a diferença entre política e politicagem, a nobreza, o poder, a força dos pequenos, moradia, dignidade, fé, democracia, usurpação, assédio moral, educação, bolsa amamentação, nepotismo, favorecimento, sofrimento da periferia, o corporativismo, ética e outras várias coisas. Participei de protestos na Conferência da Educação, Vendendo bala no semáforo, no 7 de Setembro, na Concha Acústica e Boicote a Semana do Servidor. Além da Audiência da "Bolsa Amamentação" e várias sessões da câmara. Quero mostrar com isso que se quisermos uma cidade  mais digna e justa para nossos filhos e netos devemos lutar, saber e participar da vida de nosso município. Se você esta descontente ponha sua indignação para fora. Fique atento, estamos nos aproximando das eleições e não se iludam. O governo que aí esta não liga para a população. Somos uma cidade que tem bastante recurso financeiro mas que não é aplicado da maneira correta. O que eu Roger Dance acredito? Acredito em uma Paulínia melhor e mais justa. Onde o cidadão se sinta bem atendido e possamos ter orgulho da cidade em que vivemos. Por pensar assim resolvi ir a luta e conclamo a todos que façam o mesmo.

A rejeição do Fazendeiro.
Paulínia é mesmo uma cidade diferente. Nosso prefeito esta com uma rejeição alta para os padrões da Região Metropolitana de Campinas. A maior rejeição de todas as cidades esta nesse governo de Paulínia. Vamos fazer uma breve análise. Uma das cidades mais ricas em arrecadação do Brasil com um orçamento bilionário tem um prefeito com uma marca negativa. Para vocês verem como o dinheiro público em Paulínia é mal aplicado e o povo daqui não é complacente com esse desgoverno. Falta de tudo também! O que vocês queriam? O povo clama por uma Paulínia melhor e nunca mais esse governo que aí está ganhará uma eleição em nossa cidade. Gente é só pensar um pouco. Quem de vocês com um orçamento desses não conseguiria dar um jeito na cidade? É muita incompetência para o meu gosto. Onde está nosso rico dinheiro? Onde está sendo aplicado nossa fortuna em benefício da população? Quando digo população são os mais de 85.000 habitantes e não apenas uma minoria.

Hospital Municipal de Paulínia.
Essa semana tive conhecimento das imagens de um munícipe que sofreu uma agressão dos "controladores de acesso" do hospital. Me causando uma revolta enorme ver aquilo. Atenção paulinenses! Pagamos nossos impostos para se ter uma boa saúde. E o dinheiro público, dinheiro do povo é gasto na contratação de "controladores de acesso" para agredir e espancar nossos cidadãos de Paulínia. Nós estamos pagando gente para sermos espancados quando formos no hospital? Isso é um absurdo! Covardes e brutos. Exijo imediatamente a retirada dessa empresa terceirizada de péssima categoria. Alô secretária da Saúde - Mônica. Manda essa "gangue" embora.

Transporte urbano.
Já passou da hora de trocarmos essa empresa de transporte em Paulínia. Ou colocarmos mais uma empresa para prestar serviços de transporte aos paulinenses. Não há melhoria no atendimento e mais linhas nos bairros porque existe hoje um monopólio da malha rodoviária urbana de Paulínia. Essa empresa que aí está se sente dona do transporte urbano e não se preocupa em melhorar a qualidade do atendimento. Precisamos de mais ônibus com horários diversificados. Onde já se viu um munícipe ficar 50 minutos esperando um ônibus para poder ir para casa depois de um dia inteiro de trabalho. Todos sabemos que os serviços só melhoram quando há uma concorrência na prestação do referido serviço. Quem lembra da linha de ônibus de Campinas antigamente sabe do que estou falando. Eram uns ônibus caindo aos pedaços, quando entrou a concorrência com as "Vans" aí colocaram até veículos com ar condicionado.

Greve do Servidor Público.
A pergunta que não quer calar na boca do servidor é a respeito da greve e suas consequências. Todos que me encontram perguntam a mesma coisa. O sindicato esta cada vez mais moita e quando aparece a público fica mais liso que quiabo. Esta semana houve uma entrevista do presidente do sindicato dos servidores "Cabral" na Rádio Paulínia. Entrevista essa pedida pelo servidor público para prestar esclarecimentos. Mas o que houve foi o Cabral falando sobre políticas públicas e quando chegou na questão jurídica não trouxe nenhuma luz maior. Deixando o funcionalismo apreensivo e cheio de dúvidas. Não respondendo satisfatoriamente. Em uma das falas ele afirmou que a decisão de Brasília foi favorável para julgar a greve na "Justiça Comum". Cometeu uma gafe e foi corrigido sobre a quantidade de Ministros do Superior Tribunal. Ele disse que havia entre 11 e 13 ministros, o que na verdade existe são 10. O julgamento em São Paulo esta no Tribunal de Justiça o Cabral afirmou que vai entrar com uma medida cautelar, mas precisa esperar a nomeação do relator. Em relação a questão da perda de prazo nem se cogitou. Os servidores foram julgados a revelia e agora ele afirma que a juíza suspendeu a sentença. Na minha visão o estrago já está feito, de nada adianta a justiça comum de Paulínia suspender a sentença. O funcionalismo foi humilhado devido essa sentença. Mais o recado do Roger Dance para todos. "Busquem conforto em Deus e vamos permanecer unidos para juntos mudarmos nossa história."

Semana de "Comemoração do Servidor Público"
Essa próxima semana que virá deve acontecer as comemorações do servidor público.  Ai eu pergunto: O que se tem para comemorar? Perseguição, retaliação, arroxo salarial, falta de estrutura e um total desrespeito da administração pelo funcionalismo. Segue nas próximas linhas um desabafo do servidor público retirado do Facebook. - ( Em uma política de pouco embasamento histórico a Prefeitura promove nessa semana as festividades de comemoração do "Dia do Funcionário Público". Atividade esta que tem como objetivo o reconhecimento público de funcionários que se destacaram na prestação dos serviços e no cumprimento de seus deveres funcionais".

Ora, quando Vargas fazia este tipo de celebração, tão copiado pela ditadura militar (de 1964 a 1985), o intuito era fazer uma política de não comprometimento com as classes sociais, de forma a ter respaldo a sua política totalitária. Nessa política, também havia a prática de "DAR" vantagens aos trabalhadores, em troca de seu apoio. De forma tosca, esta atual administração acredita que o circo, mais que o pão, é que consegue o apoio do das trabalhadores e da população. Após uma GREVE na qual foi mostrada todo o descaso com aqueles que "se destacaram na na prestação dos serviços e no cumprimento de seus deveres funcionais" este tipo de comemoração não é apenas HIPOCRISIA. É falta de sensibilidade com esses servidores que ficaram sem salário por apenas defenderem a MELHORIA DO SERVIÇO PÚBLICO. Mas, como eu disse, a falta de embasamento e inteligência histórica é tanta, que esse "Otávio Augusto Cesar Populista de Arake" apenas mostra as plumas do circo, e se esquece do pão do servidor. CHEGA DE FALSIDADE. - Bom gente aí está o desabafo de um servidor que acredito seja de toda a categoria. E como sempre falo aqui na minha coluna. Esse é um espaço democrático onde a população tem vez e tem voz.
Compartilhar Google Plus

Autor Roger Dance

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.