Anúncio 680 x 110 px

Site Jornal o Cromo é Hackeado !!!


Hoje escrevendo sobre os colunistas de Paulínia me deparei com uma situação inusitada, mas também corriqueira nos últimos tempos. O site do Jornal O Cromo ( Paulínia ) foi hackeado por um Hacker que se intitula RED-HATZ.

Sigam o Movimento Paulínia no Twitter: @MPaulinia

Vou ser sincero. Achei muito estranho e de primeira levei até um susto e a ficha demorou cair. Mais observando bem cai na realidade e vi um fato que vai ficar para a história de Paulínia. Um site de jornalismo ser hackeado é algo que devemos levar em consideração. Mesmo porque deve ter chamado a atenção em algum aspecto, seja ele positivo ou negativo. Geralmente os hackers só fazem esse tipo de ataque a sites que agridem de alguma forma a sociedade em geral. Então é inevitável deixar de pensar que o crédito das matérias divulgadas no mesmo deve estar em baixa perante os internautas.

Gente realmente foi hackeado mesmo, tomei o cuidado de verificar o link várias vezes, inclusive no mecanismo de busca mundialmente conhecido do Google. E foi o que vi, toca até uma música de fundo com a tela totalmente preta e com alguns dizeres escritos no meio da página. Além de um botão de curtir do Facebook.

É claro que não cliquei em nada dentro do site, porque a primeira medida básica de um bom internauta é não clicar em links suspeitos. Então sugiro a todos que quiserem ver o que aconteceu podem verificar no endereço eletrônico do site. Mas não cliquem em nada que esta lá dentro.


Qual será a motivação que levou esse hacker a fazer isso, eu sinceramente não sei. Na minha opinião o hacker RED-HATZ deve não ter gostado do que viu. Então esta aí um furo de reportagem e o fato demonstrado através do blogueiro que aqui vos escreve.

As escritas deixadas no site esta no idioma TURCO e o significado da Frase: Güvenlik nerede gençler ? é Segurança onde os adolescentes? - Isso é uma tradução que o próprio Google Tradutor me deu. Também tentei encaixar melhor a tradução e cheguei a seguinte frase. "Da segurança para os nossos jovens?" É realmente intrigante a frase e espero poder entender o porquê disso. Quem souber o idioma turco e puder ajudar na tradução por favor deixe um comentário logo abaixo aqui da postagem.

Mais esta aí dado o recado do Haker RED-HATZ. Quem quiser pode ver o site da ORGANIZAÇÃO HACKER: Ethical Hacker´s - Red Hatz

O que é um Hacker Ético

Um hacker ético é um perito em informática e rede que ataca um sistema de segurança em nome de seus proprietários, em busca de vulnerabilidades que um malicioso hackers poderia explorar. Para testar um sistema de segurança, hackers éticos usam os mesmos métodos que os seus homólogos menos íntegro, mas os problemas de relatórios em vez de tirar proveito delas. Hacking ético é também conhecido como teste de penetração , testes de intrusão e parceria vermelho . Um hacker ético é às vezes chamado de chapéu branco , um termo que vem de velhos filmes de faroeste, onde o "bom rapaz" usava um chapéu branco e os "bad guy" usava um chapéu preto.

Um dos primeiros exemplos de hackers éticos no trabalho foi em 1970, quando o governo dos Estados Unidos usou grupos de peritos chamados equipes vermelhas para cortar os seus próprios sistemas de computador. De acordo com Ed Skoudis, vice-presidente de Estratégia de Segurança para a prática de consultoria Global Integrity "Sistemas Preditivos. Os hacking éticos tem continuado a crescer em um setor de TI de uma outra forma medíocre, e está se tornando cada vez mais comum fora dos sectores do governo e da tecnologia, onde tudo começou. Muitas grandes empresas, como a IBM, mantém equipes de hackers éticos entre seus funcionários.

Em uma categoria semelhante, mas distinta, uma hacktivist é mais um vigilante: detecção, por vezes relatar (e, por vezes, a exploração) vulnerabilidades de segurança como uma forma de ativismo social.
Compartilhar Google Plus

Autor Roger Dance

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.