Anúncio 680 x 110 px

Família - Projeto de Deus - ( Capítulo 03 )


Dando continuidade ao nosso projeto aqui do blog Movimento Paulínia para falar da Família e a sua importância para uma sociedade mais justa e fraterna. Vou mostrar hoje como aplicar os Valores necessários para se ter uma família com Deus abençoando e direcionando essa célula importante para formar uma cidade de Paulínia mais bonita de se viver. Então dessa maneira é só seguir a leitura abaixo e aplicar o conhecimento no cotidiano de sua família. Boa leitura !!!


Sigam Movimento Paulínia no Twitter: @MPaulinia


Precisamos desenvolver em nossos lares dois tipos de valores essenciais !!! Por isso hoje muitos lares estão desestruturados, por falta do conhecimento e até mesmo falta de vontade, maturidade para administrar relações familiares. Que muitas vezes são bastantes complexas, por se tratar de seres humanos únicos. Como fazer então nesse caso ??? Aprenda os valores essenciais e procure aplicá-los no seu dia a dia.

VALORES ESPIRITUAIS

Estes valores emergem no cristão a partir do seu relacionamento pessoal com Jesus Cristo e deve ser sempre crescente na medida em que o crente se conscientiza de que precisa crescer na graça e conhecimento do Senhor (Lucas 2:52). Nos exorta assim a Palavra de Deus: “Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo” (Efésios 4:15). É uma decisão pessoal e deve ser feita com responsabilidade, é um compromisso que o crente assume diante de Deus.
Os valores espirituais refletem-se no caráter cristão não somente na igreja aos domingos, mas no dia-a-dia do cristão que é consciente do seu papel de testemunha do Senhor Jesus Cristo. Somos chamados a ser testemunhas de Cristo também com a nossa família (Lucas 24:48; Atos 1:8). Não basta ser espiritual apenas na igreja, precisamos ser espirituais em casa também.

Um a pesquisa feita nos EUA mostrou que o índice de divórcio na América é de um para cada dois casamentos e meio. Alguns anos atrás a Harvard University promoveu um estudo. Mais tarde foi reportado em uma importante revista “Marriage and Family” (Casamento e Família). Eles estudaram famílias que liam a Bíblia diariamente juntos. Eles oravam juntos e iam à igreja juntos e o índice de divórcio era de um para cada 1.286 casamentos. Essa é a diferença que Deus pode fazer num casamento. Ele é o cimento que une. A alegria vem quando a família toda passa a crer em Deus. Isto é tão importante e se você tem alguém em sua família que não conhece ao Senhor Jesus você deveria estar orando constantemente por eles. Faça isto uma prioridade em sua vida.

VALORES MORAIS

Se preferências são valores, investimentos são valores e modos de satisfazermos necessidades básicas são valores, o que é que torna um valor qualquer em valor moral? Valor moral é tudo aquilo que afeta o bem-estar pessoal de qualquer pessoa. Os mandamentos que o Senhor Deus deu aos filhos de Israel, aos quais Jesus resumiu em dois: “Ele respondeu: ‘Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todas as suas forças e de todo o seu entendimento’ e ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’.” (Lucas 10:27).

Quando falamos de valores morais não falamos de falsos-moralismos. Estamos tomando por base a Palavra de Deus. A Bíblia diz: “Pois o SENHOR é o nosso juiz, o SENHOR é o nosso legislador...” (Isaías 33:22). O apóstolo Tiago afirma: “Há apenas um Legislador e Juiz, aquele que pode salvar e destruir...” (Tiago 4:12). O que é um legislador? É aquele que faz as leis. Por que Deus é um legislador moral? Porque os homens podem fazer leis estaduais, leis de trânsito, leis econômicas, sociais. Mas leis morais, o único que tem a competência de fazer leis morais é Deus. Quando Deus criou o homem proibiu este de comer da árvore do conhecimento do bem e do mal. O que é a moral? Aquele que pode estabelecer o que é certo ou errado. O errado é pecado, o certo é à vontade de Deus. Nós não podemos dizer o que é certo ou errado.

A verdade é que a sociedade de hoje está revoltada contra Deus. Hoje muitos pensam assim: “Para mim a mentira não é pecado, porque às vezes temos que mentir”. Espera aí: Quem é você? Você é Deus? Você tem competência para dizer o que é certo ou errado?

Outro diz: “Ter relacionamento antes do casamento não é errado?” Espera aí: Quem é você? É Deus? É Deus quem determina o que é certo ou errado e nós temos que estar submissos a Ele. Temos que aceitar sua vontade e suas leis morais. A sociedade não tem autoridade para legislar sobre moral. Nem a igreja tem esta autoridade. A igreja tem uma cabeça que é Cristo Jesus.

Alguns dizem: “Nós moramos juntos para ver se vamos dar certo. Somos quase marido e mulher”. Espere, quem você pensa que é? Deus? Desde quando morar junto é estar casado? Amigado não é o mesmo de estar casado. Não confunda “freio de caminhão” com Frei Damião. Diante de Deus estar junto, morar junto sem compromisso não é o mesmo de casar diante de Deus e dos homens. Até a Lei fala de união estável, mas não de casamento. O professor Álvaro Villaça diz: “União Estável: é a convivência não adulterina nem incestuosa, duradoura, pública e contínua, de um homem e de uma mulher, sem vínculo matrimonial, convivendo como se casados fossem, sob o mesmo teto ou não, constituindo, assim, sua família de fato”. O novo código civil elevou esta união à “quase-casamento”, na verdade casamento não é. E diante dos homens o que vale para nós é aquilo que Deus preceituou. Estes “novos” conceitos de família devem ser abolidos.

Tem pessoas que afirmam que o aborto não é errado. Eu pergunto: Quem é você? Você não é Deus. Nós precisamos com humildade voltar a Palavra de Deus, voltar as Escrituras e estabelecer a diferença entre Deus e o homem. O único legislador moral é Deus e nós somos responsáveis em obedecer. Não discuta com Deus sobre aquilo que Ele já determinou como certo ou errado. Obedeça apenas.

Deus é o Juiz de todos e nós, crentes ou incrédulos, cristãos ou ateus, todos vamos comparecer diante do Juiz. Somos mortais e um dia a vida vai acabar. Em Hebreus 9:27 a Bíblia diz que “... o homem está destinado a morrer uma só vez e depois disso enfrentar o juízo”. E aí, o dono de tudo, o rei universal, o legislador moral vai julgar cada um de nós, não segundo nossos conceitos, mas segundo Sua Palavra.

E AÍ APRENDERAM ALGUMA COISA ???

Como explanei acima hoje vocês viram mais um capítulo dessa Série fantástica que fala sobre a Família e como devemos cuidar a tratar essa célula importante para cada um de nós como cidadão de uma sociedade onde Deus deve reinar absoluto sobre todas as coisas e decisões. Só recaptulando que já falamos da importância da família e dos valores que ela deve ter. Também mostrei quais são esses valores e na próxima semana vamos falar como se deve aplicar tais valores no âmbito familiar. Até lá e fiquem com DEUS !!! Abraço do Blogueiro Roger Dance...

Quem quiser ler e acompanhar a série é só clicar nos links abaixo:

  1. Família - Projeto de Deus !!! - ( Capítulo 01 ) - Pra que Serve uma Família
  2. Família - Projeto de Deus !!! - ( Capítulo 02 ) - Família Centro de Tudo
  3. Família - Projeto de Deus !!! - ( Capítulo 03 ) - Valores Espirituais e Morais
  4. Família - Projeto de Deus !!! - ( Capítulo 04 ) - Desenvolver os Valores
Compartilhar Google Plus

Autor Roger Dance

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.