Anúncio 680 x 110 px

#ENFERMAGEM - Prefeito melhora condições de trabalho dos enfermeiros


O prefeito de Paulínia, Edson Moura Júnior, reduziu em dez horas a jornada de trabalho dos enfermeiros da rede de saúde do munícipio. Aproximadamente quatrocentos profissionais acompanharam o anúncio na Sala de Imprensa Jornalista Carlos Tontoli, na quinta-feira (15), no Paço Municipal. A categoria agora, ao invés das 40 horas semanais, vai trabalhar 30 horas por semana.


Moura Júnior explicou que a medida tem como objetivo melhorar as condições de trabalho dos enfermeiros e consequentemente garantir mais qualidade no atendimento prestado à população. Uma comissão realizou estudos técnicos para formatar o projeto e evitar prejuízos aos usuários da rede e funcionários. O projeto vai ser encaminhado à Câmara dos Vereadores para aprovação.


Sigam Movimento Paulínia no Twitter: @MPaulinia


“Uma das prioridades do meu governo e melhorar a nossa rede de saúde. Com mais essa iniciativa estaremos garantindo mais dignidade às nossas enfermeiras e enfermeiros”, disse Moura Júnior.


O secretário de Saúde  Renato Cardoso destacou a união e a conquista da categoria. “O amplo comparecimento mostra a importância dessa ação. Os nossos enfermeiros prestam serviços fundamentais à população e a reinvindicação sempre foi correta”, afirmou.


A conselheira do Coren (Conselho Regional de Enfermagem) de São Paulo Ana Márcia Donnabella, presente no evento, explicou que se trata de uma reinvindicação de 59 anos. Ela explicou que experiências semelhantes em cidades do Estado mostram que a medida melhorou a qualidade do atendimento e reduziu o número de afastamentos.


“Não é um privilégio da categoria, mas uma iniciativa justa para assegurar mais qualidade nos atendimentos e melhores condições de trabalho”, disse a conselheira.


O vice prefeito Francisco de Almeida Bonavita Barros elogiou a decisão do prefeito. “Moura Júnior está mostrando que temos atitudes. É nosso compromisso melhorar a saúde do município”, disse.

Enfermeira

A enfermeira Adriana Lopes, 29, que trabalha no Centro de Geriatria, contou que ficou “muito feliz” com a decisão de Moura Júnior. “A nossa categoria desejava muito essa mudança. Com certeza vamos trabalhar mais motivados”, explicou.




Compartilhar Google Plus

Autor Roger Dance

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.