Anúncio 680 x 110 px

#SOCORRO_COZINHA - Terceirização !!! Será ???


Como sempre comento aqui nas linhas do Blog MP precisamos usar a reflexão sobre determinados aspectos da sociedade paulinense. Falo isso porque, tanto na vida como na política aprendi que toda história tem vários lados. Principalmente quando envolve uma categoria de trabalhadores do serviço público como os COZINHEIROS.

Na semana passada começaram a ser chamados através de uma convocação pela SRH - Secretaria de Recursos Humanos os cozinheiros desviados de função que trabalham em várias outras Secretarias. O motivo da reunião é para informar que todos vão ser realocados de volta a função de origem.

A justificativa explicada durante a reunião foi de que através do Sindicato dos Servidores ouve uma mobilização da própria categoria de COZINHEIROS que realizaram um abaixo assinado e protocolaram no Ministério Público reivindicando essa ação para que todos voltassem.

Sigam Movimento Paulínia no Twitter: @MPaulinia

Muitos dos que se encontram hoje desviados da função original tem documentos que atestam as restrições médicas adquiridas no exercício do trabalho dentro das cozinhas de escolas. É de conhecimento de todos que esse trabalho é insalubre e penoso. Ocasionando um desgaste muito grande, profissionalmente falando, durante a jornada de trabalho. Sendo assim esses trabalhadores já estão comprometidos fisicamente e psicologicamente no que tange a saúde.

Por outro lado ...

Por outro lado os COMPANHEIROS que permanecem na função também encontram grande dificuldade no exercício da mesma por estarem em número cada vez mais reduzidos. Desta forma ficando a mercê de doenças ocupacionais também.

O que percebo é que a Categoria de Cozinheiros(as) estão inseridos dentro de um ciclo vicioso que esta minando as forças dos trabalhadores desse setor. Pensem comigo !!! Os que estão sendo REAPROVEITADOS por outras secretarias, devido os mesmos estarem com restrições quanto a cozinha, bem como os Cozinheiros(as) que ainda trabalham nos locais de origem. Todos estão sendo prejudicados de maneira direta. A meu ver a CATEGORIA esta doente. E essa mobilização para que seus colegas voltem de onde estão sendo reaproveitados para trabalharem nas cozinhas nada mais é que um pedido de SOCORRO.

Não podemos RETROCEDER

Fazer um novo CONCURSO PÚBLICO de Cozinheiro para mim é um RETROCESSO. Porque chego a essa conclusão? Simples !!! No passado, quem é cozinheira a muitos anos vai lembrar, não existia dentro da função cozinheiros homens. Pois bem, fez-se um concurso novo, onde os homens poderiam se inscrever. Lembro-me que na época do último mandato de Edson Moura (pai) foi chamado mais de 200 cozinheiros desse concurso para trabalhar. O que resolveu o problema somente por um tempo. Porque quando os homens chegaram nas cozinhas encontraram as mulheres já muito cansadas e muitos deles acabaram absorvendo uma grande parte dos serviços mais pesados.

Mesmo assim tanto mulheres como homens ficaram com a missão de dar amplo andamento nos serviços de toda ordem que as cozinhas demandavam. Nesse tempo todo, de lá para cá, a cidade cresceu bastante e não houve mais nenhum concurso. Então fazendo uma conta básica chegamos a seguinte situação.

+ população + cozinheiros doentes - sem concurso + deficit de trabalhadores + demanda de trabalho = mal atendimento (devido a muito trabalho) que é igual a + cozinheiro doentes

Ou seja, proporcionalmente, quanto mais a população cresce, mais demanda desse trabalho será exigida. Em contrapartida menos cozinheiros a administração tem hoje. A solução ao meu ver é a TERCEIRIZAÇÃO. Porque ??? Simples !!! O custo de um funcionário público hoje é muito onerante para a Prefeitura. O piso salarial da categoria é bem mais alto do que se paga fora. Se contratar mais cozinheiros por intermédio de concurso a Prefeitura nunca vai conseguir igualar essa conta. Estando sempre dentro desse ciclo vicioso que se formou.

De outro lado contratar mão de obra terceirizada é um caminho mais econômico e viável. Pois dessa forma dá para colocar mais funcionários em cada estação de trabalho (cozinha), absorvendo assim de maneira mais branda o trabalho e causando bem menos doenças ocupacionais.

O que ocasiona na APOSENTADORIA ???

Para quem acha que essa solução AGRIDE nossa APOSENTADORIA eu digo que não e provo matematicamente o que estou falando. Só para se ter uma ideia e acompanhar o raciocínio. Basta ver o que aconteceu com a Categoria de AJUDANTE GERAL. Hoje grande parte, aliás a maior parte do que os Ajudantes faziam foi absorvida por empresas terceirizadas. O trabalho de Zelador, Varrição de Rua, Cuidar de Parques e Jardins, Coleta de Lixo dentre outros vários. Todos foram terceirizados. Não causando nenhum dano a APOSENTADORIA.

Prestem bem atenção !!! Para questões de aposentadoria nós todos somos considerados um número dentro do universo de toda uma categoria de 5.000 trabalhadores. Ou seja, na hora de aposentar não interessa se você é cozinheiro, enfermeiro, guarda municipal ou outra função. Porque todos nós contribuímos igualmente nossos 11% de salário para aposentadoria. O ajudante colabora para o escriturário que colabora para o professor. É certo que o tempo de aposentadoria muda dependendo da função, mas a colaboração é tudo para um lugar só. A Pauliprev é de todos. Não existe uma Pauliprev para cada categoria. Entendem ?!

Dessa forma mesmo que se TERCEIRIZE A COZINHA por exemplo. O crescimento da cidade, bem como da categoria de outros setores como a SAÚDE, SEGURANÇA e EDUCAÇÃO acabam absorvendo a demanda de contribuição da Pauliprev.


Mas Roger como assim ??? É só fazer a conta gente !!!

Se deixar de contratar cozinheiros e do outro lado contratar Médicos, Enfermeiros, Monitores, Professores, Guardas Municipais e outras várias funções. O número de contribuintes na verdade, por causa do crescimento da cidade, só tem um caminho que é crescer. Não haverá estagnação. Sempre em crescimento a falta de contratação de cozinheiros será absorvida por outras funções, dessa forma a aposentadoria não será atingida, pois como eu mesmo disse acima para aposentar somos somente um número no universo de 5.000 trabalhadores. E a tendência é só aumentar.

Bom gente hoje vou ficando por aqui, mas logo mais volto para outras reflexões a respeito desse assunto. Reflitam e se unam em torno de uma única ideia. Dividir a categoria de Cozinheiros só vai fazer com que vocês percam a força e fiquem refém desse ciclo vicioso e das doenças ocupacionais em que se encontram. TERCEIRIZAÇÃO ao meu ver é o melhor caminho.

Acompanhem nossas reflexões, nos próximos dias trarei o assunto a tona novamente explicando um pouco mais sobre as vantagens, matemáticas e a importância do diálogo nesse momento.





Compartilhar Google Plus

Autor Roger Dance

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.