Anúncio 680 x 110 px

#DENÚNCIA - Saúde de Paulínia corre PERIGO !!!


ACORDA PAULÍNIA!  EM DEFESA DA SAÚDE PÚBLICA DE QUALIDADE.

OSCIP ligada ao Secretário destruiu a assistência médica dos servidores de SBC

Isto é mais que TERCEIRIZAÇÃO, é sucateamento, negócios suspeitos e DESTRUIÇÃO!

Há 50 anos IMASF – Instituto Municipal de Assistência à Saúde do Funcionalismo (Autarquia Municipal), gerencia os contratos de assistência médica aos Servidores. No início de 2011, a Autarquia possuía cerca de R$ 63 milhões de reservas e mais um hospital (230 leitos) em construção, mais imóveis no valor de cerca de R$ 15 milhões.

Neste momento, surge a OSCIP Àcqua, sob a coordenação do Sr. Ricardo Carajeleascow, através de intermediação do governo Luiz Marinho e Deputada Ana do Carmo (PT), que através de uma parceria ilegal, assume a gestão e principais serviços do IMASF, antes feitos por servidores de carreira e contratos (hospitais, laboratórios, clínicas e demais profissionais de saúde).

A parceria entre IMASF e Àcqua foi condenada pelo TCE, que aplicou multas nos dois. O contrato seguinte de 36 meses, feito através de convite, também foi condenado pelo TCE em razão de ilegalidades e direcionamento.
Sigam Movimento Paulínia no Twitter: @MPaulinia

Nesse período de vigência da parceria e contrato, o IMASF foi destruído. Hoje as reservas de R$ 62 milhões foram queimadas; os contratos com os prestadores (hospitais, clínicas e médicos) foram abandonados. Os recursos da Autarquia que eram superiores às despesas, não pagam as contas. Os serviços foram sucateados. A Autarquia está prestes a decretar falência total e ser extinta pela Prefeitura.

A OSCIP Àcqua recebe mensalmente mais de R$ 1,5 milhão do IMASF e oferece atendimento ambulatorial através de consultórios da Autarquia, com contratos com médicos estagiários, bolivianos e novatos. A qualidade dos serviços foi sucateada ao extremo. Ainda, a Autarquia deixou de fazer concurso público e passou a utilizar funcionários terceirizados pela Àcqua.

O serviço de compra de materiais cirúrgicos, antes feito pelo IMASF foi repassado à OSCIP, gerando aumento de custos queda da qualidade dos materiais.

A revisão de contas médicas (auditoria), antes feita por servidores especializados, foi entregue à OSCIP Àcqua, gerando a perda de controle e consequente aumento das despesas médicas.

A Equipe Coordenadora da OSCIP no IMASF (Sr. Ricardo, quando não está em Paulínia, está na Àcqua) é remunerada com altos salários (acima de R$ 15 mil mensais). A Àcqua emprega dezenas de cabos eleitorais e parentes de Deputados do PT, como a Ana do Carmo e Vicentinho (Federal).

A OSCIP Àcqua possui vários processos e inquéritos no TCE, Ministério Público e Polícia Federal em decorrência de ilegalidades em seus contratos com órgãos públicos.

Fonte: Conselheira do Pauliprev e Servidora Pública Iria Onira da Silva

Link do Tópico: https://www.facebook.com/iriaonira.dasilva/posts/1029500167084362




Compartilhar Google Plus

Autor Roger Dance

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.