Anúncio 680 x 110 px

#DINHEIRO_FALSO - Polícia Federal em Paulínia !!!

Polícia Federal realiza Operação Ventania em Paulínia e São Paulo  (Foto: Divulgação/ Polícia Federal)

PF desarticula grupo que falsificava dinheiro e faz buscas em Paulínia, SP. Quadrilha teria colocado em circulação perto de R$ 32 mi em notas falsas. Operação mobilizou 44 agentes; 7 pessoas são presas e 5 estão foragidas.
Sigam Movimento Paulínia no Twitter: @MPaulinia

Polícia Federal apreendeu máquinas em operação na capital (Foto: Divulgação/ Polícia Federal)

A Polícia Federal (PF) cumpriu dois mandados de busca e apreensão em Paulínia (SP), como parte da “Operação Ventania”, que desarticulou uma quadrilha especializada na falsificação e distribuição de dinheiro em São Paulo.

A PF estima que o grupo tenha colocado em circulação o equivalente a R$ 32 milhões em notas falsas ao longo de 4 anos. Sete pessoas foram presas e cinco estão foragidas. A corporação informa que não houve prisões em Paulínia, mas não se pronunciou sobre o que buscava no cumprimento do mandados, nem o material que chegou a ser apreendido.

A operação mobilizou pelo menos 44 policiais federais. Desde a quinta-feira (2), eles cumpriram 10 mandados de prisão preventiva e dois mandados de prisão temporária na cidade de São Paulo, além de 11 mandados de busca e apreensão. Foram nove na capital e os dois em Paulínia.
O inquérito policial teve início há cerca de um ano, quando o Banco Central (BC) do Brasil informou à PF sobre a existência de notas falsas que já vinham sendo tiradas de circulação em todo Brasil. O banco suspeitava que elas teriam a mesma origem.

A investigação apontou que o grupo produzia as cédulas na cidade de São Paulo e as remetia para distribuidores, que vendiam numa proporção de 10 notas falsas por 1 nota verdadeira. A entrega era feita pessoalmente ou por serviço expresso postal, caso o comprador estivesse em outra localidade.
Estima-se que desde 2011, o grupo tenha colocado em circulação mais de R$ 300 mil em notas falsas de R$ 100 e R$ 45 mil notas falsas de R$ 50 em todos os estados do Brasil.

Os presos serão indiciados pelo crime de falsificação de moeda e organização criminosa. Apenas para o crime de falsificação, a pena varia de três a 12 anos de prisão, além de multa.

Fonte: Portal G1



Compartilhar Google Plus

Autor Roger Dance

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.