Anúncio 680 x 110 px

Marina Silva agradece ao PSB e passa a ser filiada honorária


O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, recebeu nesta quarta-feira, 23, a visita da ex-senadora Marina Silva, que obteve ontem a confirmação do registro de seu novo partido, a Rede Sustentabilidade. Candidata a presidente da República na eleição do ano passado, Marina agradeceu a acolhida do PSB e foi convidada a ser uma filiada honorária do partido.

“Todos vocês, da direção da Rede, que estiveram conosco serão nossos filiados honorários sempre”, disse Siqueira, em reunião na sede nacional do PSB, da qual participaram o vice-presidente de Relações Governamentais do partido, Beto Albuquerque, e o presidente da Fundação João Mangabeira, Renato Casagrande.

Durante o encontro, Marina entregou uma carta na qual pede desfiliação e agradece ao PSB por ter sido recebida depois que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou o registro à Rede em 2013. Emocionada, a ex-senadora lembrou que, apesar disso, o então candidato Eduardo Campos reconheceu a Rede como um partido político.

Sigam Portal MP no Twitter: @MPaulinia
“Vocês possibilitaram a nós ter uma inserção política na conjuntura nacional como um partido político sem ser um partido político. Fizeram uma aliança conosco sem que tivéssemos como aportar sequer um segundo de televisão ou qualquer estrutura, que não tínhamos, mas em torno de ideias e de um programa”, reconheceu.

Para Marina, a história vai registrar essa aliança como a inauguração de um novo momento na política brasileira, “que está precisando tanto de forças políticas que se unem não em torno da discussão de pedaços do Estado, de estruturas, mas principalmente de postura, de ideias inovadoras”.

O presidente do PSB disse que o saldo da convivência com a Rede foi extremamente positivo e defendeu que os partidos procurem se unir nas eleições do ano que vem, onde for possível. “A gratidão é recíproca, não é de mão única, mas de mão dupla. Toda experiência na vida tem suas dificuldades e seus aprendizados. O saldo, a nosso ver, é extremamente positivo e o mais importante é que podemos prolongar isso, agora como duas instituições diferentes”, disse. “Acho inclusive que as eleições municipais são um momento importante para que a gente continue nossa experiência”, acrescentou.

Vice de Marina nas eleições do ano passado, Beto Albuquerque foi convidado para também ser um filiado honorário à Rede Sustentabilidade. “A passagem de vocês no PSB era uma coisa combinada, inédita e madura, que foi construída pelo Eduardo e por todos nós. E quero que a gente siga junto”, disse.

Participaram da reunião Bazileu Margarido e Gabriela Batista, porta-vozes da Rede Sustentabilidade, Sérgio Xavier, membro da Executiva do partido, e Pedro Ivo, coordenador nacional de Organização da Rede.

Leia a carta na íntegra:

Presidente Carlos Siqueira, Companheiros e companheiras dirigentes, militantes e simpatizantes do PSB.

O ano de 2014, tão intenso e de grandes ensinamentos para todos nós, teve momentos inesquecíveis. Um deles foi a apresentação de nossas diretrizes programáticas conjuntas, cantadas em versos do poeta Antonio Marinho:

“Em um mundo distante de si mesmo
Onde as crises diversas nos oprimem
É preciso juntar sonhos a esmo
E atitudes reais que nos animem.
É por isto que nós, socialistas,
Na união com os sustentabilistas
Cultivamos o anseio e o lutar
Só justiça sacia nossa sede
Pois a Pomba que dorme numa Rede
Nunca perde a mania de sonhar.”

Hoje, quando a Rede Sustentabilidade recebe seu registro como partido, o desafio representado por nossa trajetória comum, pelo esforço de aprendizado e respeito às diferenças, pelo pacto em torno de um programa de mudanças para o Brasil, sob a grande liderança de Eduardo Campos, tudo isso já é parte fundante e especial de nossa história.

O PSB nos acolheu num momento de trauma, em que as expectativas se estreitaram e os horizontes ficaram turvos. A ousadia de Eduardo e do PSB, reconhecendo a Rede como partido de fato, embora ainda não de direito, e a abrigando por meio de filiações cívicas, foi generosa e solidária, para além da estratégia política de interesse comum. Fizemos juntos, e com os demais partidos da coligação, da melhor maneira possível, o exercício inovador de construir uma aliança com base em compromissos e propostas para o pais, o que nos possibilitou promover o encontro e explicitar a unicidade das agendas da sustentabilidade, da justiça social e da autonomia do Estado.

Houve dificuldades, sim, mas entendo que os ganhos desse processo foram muito maiores e nos transformam em co-autores de uma experiência concreta e ao mesmo tempo visionária que começa a puxar o fio da meada da verdadeira mudança da política brasileira.

Fomos também parceiros na tragédia e no luto pela morte de Eduardo Campos, o que nos exigiu o esforço ingente de levar o barco adiante em meio à dor, agravada pelos ataques desmedidos que sofremos, acima de todos os limites da ética.

Agradeço pessoalmente e em nome da Rede o apoio que sempre tive do PSB. Agradeço a oportunidade de conviver com tantas pessoas que têm compromisso profundo com o país, seu povo e a democracia. Agradeço a oportunidade de conhecer o Eduardo e a Renata, uma fortaleza que, no momento mais difícil da sua vida, deu abrigo e amparo aos filhos, familiares, companheiros de partido e a todos nós, de uma forma que eu nunca tinha visto. Agradeço terem escolhido Beto Albuquerque como companheiro de chapa, por quem passei a ter cada vez mais uma relação de respeito e amizade. Agradeço a todos os dirigentes e aos militantes, guerreiros ciosos da defesa de um partido histórico de nosso país.

Assim, o pedido de desfiliação que ora faço mistura sentimentos de tristeza por encerrarmos uma etapa de estreita colaboração, e de esperança, pelo longo caminho de busca de convergências que, estou certa, a Rede e o PSB ainda têm pela frente

Quero ainda registrar minha alegria e reconhecimento, assim como de toda a Rede, pela presença no plenário do TSE, durante o julgamento de nosso registro, de dirigentes do PSB, mais uma vez solidário, mais uma vez reafirmando a solidez de suas convicções democráticas, mais uma vez dando suporte generoso à nossa existência como partido. Presidente Carlos Siqueira, Governador Paulo Câmara, Beto Albuquerque, Renato Casagrande, Governador Rodrigo Rollemberg, militantes do PSB também presentes, quero lhes dirigir mais uma vez, e a todo o partido, meu agradecimento profundo e emocionado por tudo o que vivemos juntos, pela confiança com que permitiram que eu partilhasse o território político do qual vocês, justificadamente, tanto se orgulham.

Saudações fraternas e democráticas,

Marina Silva

Assessoria de Comunicação/PSB



Compartilhar Google Plus

Autor Roger Dance

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.