Anúncio 680 x 110 px

Sinfônica recebe mezzo-soprano chilena em concerto no Castro Mendes


A Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas (OSMC) apresenta o nono concerto oficial da temporada 2015 neste sábado e domingo, 12 e 13 de setembro, às 20h e às 11h, respectivamente, no Teatro Municipal “José de Castro Mendes”. A regência será do maestro titular Victor Hugo Toro e terá como convidada a mezzo-soprano chilena, Constanza Dörr.

 Serão executadas as obras Clair de lune da suíte Bergamasque, com orquestração de André Caplet e Petite Suíte, ambas do compositor Claude Debussy, e Sinfonia n. 4, de Gustav Mahler.
Sigam Portal MP no Twitter: @MPaulinia
A Suíte Bergamasque foi publicada em 1905, com quatro movimentos. De acordo com a historiadora Lenita Nogueira, um desses movimentos era Clair de Lune, que, por ter se destacado tanto tornou-se uma peça independente e passou a ser executada isoladamente. Como o nome sugere, a obra descreve um luar prateado e o compositor explora harmonias que oscilam entre “um luar belo e triste”.
A Petite Suíte estreou em 1889, tendo o próprio Debussy ao piano, ao lado de Jacques Durant. Uma estrutura em quatro movimentos, para divertir e entreter.
A Sinfonia nº 4 do compositor Gustav Mahler foi escrita entre 1899 e 1901 e revisada entre 1901 e 1910. Recebeu críticas no início, mas uma frase do regente Bruno Walter, que também foi assistente de Mahler, resume a obra: “A abertura dos portões do paraíso!”.

Solista chilena, a mezzo-soprano estudou canto na faculdade de Arte da Universidade do Chile. Depois estudou no conservatório de Paris e no conservatório Felix Mendelssohn Bartholdy de Leipzig, Alemanha. Tem se apresentado em diversas cidades da Europa. No teatro Municipal de Santiago tem se apresentado em montagens das óperas “O morcego” (Strauss), “Suor Angélica” (Puccini), “A flauta mágica” (Mozart), “Parsifal” (Wagner), “Thais” (Massenet), “Rigoletto” (Verdi), etc. Também participa de numerosos recitais e concertos de música de câmara junto ao Quarteto Artemis, Quarteto Sur, New Chamber Orchestra, Ensemble XXI e Orquestra de Câmara do Chile, em importantes salas e universidades do Chile.

Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas

A Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas tem como diretor administrativo o compositor e arranjador Rodrigo Morte e como diretor artístico e regente titular, Victor Hugo Toro. A temporada 2015 consolida a trajetória da Sinfônica como principal aparato cultural de Campinas e região, com uma sólida programação de concertos oficiais, concertos didáticos e concertos populares nas mais variadas regiões da cidade. Mais uma vez, a Sinfônica de Campinas recebe grandes regentes e prestigiados solistas da cena erudita brasileira e internacional.

Programa

Claude debussy (1862-1918)
“Clair de lune” da “Suite Bergamasque”
(orquestração: André Caplet)
“Petite suíte”
Intervalo
Gustav Mahler (1860-1911)
Sinfonia N° 4
Data: 12 e 13 de setembro, sábado e domingo
Horário: 20h e 11h, respectivamente
Local: Teatro Municipal “José de Castro Mendes” – Praça Correa de Lemos, s/n, Vila Industrial.
Ingressos: R$ 30,00 (inteira), R$ 15,00 (estudantes, aposentados e maiores de 60 anos), R$ 10,00 (professores das redes municipal e estadual de ensino e pessoas com deficiência e mobilidade reduzida) e R$ 5,00 (estudantes da rede municipal e estadual de ensino)
Informações: (19) 3272-9359. Ingressos à venda na bilheteria do Teatro a partir da quarta-feira que antecede a apresentação, das 16h às 21h.



Compartilhar Google Plus

Autor Roger Dance

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.