Anúncio 680 x 110 px

Nova versão do Waze promete sugar menos bateria e driblar o rodízio de veículos


O aplicativo Waze sofreu uma boa repaginada. O app comprado pelo Google em 2013 teve toda sua interface alterada na versão 4.0. No entanto, o que deve mais deixar os usuários felizes é que ele promete ajudar os motoristas a pegarem rotas onde não vigora rodízio de veículos (o que pode ser um prato cheio para quem vive em São Paulo, por exemplo) e consumir menos bateria

Essa é uma das grandes reclamações de quem usa o aplicativo, junto com o fato de fazer o aparelho esquentar. Mesmo com as melhorias, a empresa continua avisando que “o uso contínuo do GPS rodando no segundo plano pode reduzir drasticamente a vida útil de sua bateria”. Se, de fato, for menos que o normal, já é alguma coisa.
Sigam Portal MP no Twitter: @MPaulinia
No que diz respeito ao recurso do rodízio, o Waze é econômico na explicação: “Onde aplicado, pegue rotas de acordo com a policia de rodízio de veículos da sua cidade e evite multas”.

Sobre as mudanças na interface, o Waze terá um novo painel HEC (horário estimado de chegada). Com ele, o usuário do app poderá ver alertas, verificar rotas alternativas e compartilhar o tempo estimado com seus amigos.

Os alertas no aplicativo ganharam novas cores, e toda a experiência agora conta com animações (ao ajudar um usuário, são depositadas moedinhas em seu saldo, da mesma forma que acontece com o Swarm).

Além de mostrar caminhos alternativos, o Waze ficará um pouco mais intrometido. Um novo sistema de notificações dirá o horário que você deve sair para chegar a tempo em um compromisso, baseado nas condições de transito.

Desde a semana passada, o Waze tem soltado teasers sobre a versão 4.0 do aplicativo — inclusive com um vídeo mostrando algumas das novas funcionalidades. Por enquanto, só está disponível para iPhone. A versão para Android deve sair em breve.



Compartilhar Google Plus

Autor Roger Dance

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.