Anúncio 680 x 110 px

Polícia prende mais três suspeitos de participar de sequestro em Paulínia

Jovens foram mantidas desde terça-feira (30) em uma residência de Paulínia (Foto: Reprodução EPTV)

Na quinta-feira (29), quatro homens já haviam sido detidos em flagrante. Adolescentes de 15 anos sofreram abusos sexuais durante os sequestros.

Polícia prende mais três suspeitos de participar de sequestro em Paulínia Na quinta-feira (29), quatro homens já haviam sido detidos em flagrante. Adolescentes de 15 anos sofreram abusos sexuais durante os sequestros.

Portal MP nas Redes - Facebook | Twitter |Youtube



A Polícia Civil prendeu três homens suspeitos de participar do sequestro de duas adolescentes em Paulínia (SP). De acordo com a investigação, as jovens de 15 anos foram levadas pelo mesmo grupo duas vezes em menos de duas semanas e foram estupradas. Quatro rapazes já haviam sido presos em flagrante na noite de quinta-feira (29), quando acabou o segundo sequestro.

O primeiro caso ocorreu no dia 12 de setembro, mas as meninas conseguiram fugir e acionaram a polícia. No entanto, os suspeitos descobriram e armaram um novo sequestro na última terça-feira (27). As duas jovens saíam da escola no bairro José Paulino Nogueira e foram mantidas reféns novamente em uma residência da cidade. Na quinta-feira, elas foram liberadas pelos criminosos, pois estavam com um alto nível de desidratação, segundo informou os policiais.

Pouco depois das jovens saírem do local, a polícia encontrou o cativeiro onde elas ficaram por dois dias, e prendeu os criminosos em flagrante. Nos fundos da casa, foi encontrado um quarto utilizado como laboratório para o preparo de drogas. Os policiais apreenderam diversas porções de crack e um pé de maconha.

Dois casos em 15 dias

De acordo com o delegado Marco Antônio Evangelista, o primeiro sequestro aconteceu no dia 12 deste mês. Durante três dias, elas foram abusadas sexualmente pelo grupo.

“No terceiro dia, elas conseguiram evadir-se deste local, e junto com a família, vieram à delegacia e começaram a explicar todos os atos que elas sofreram enquanto estiveram em cárcere privado”, contou o delegado responsável pelas investigações.

De acordo com Evangelista, o segundo sequestro foi uma represália pela denúncia das jovens. “Isso incomodou parte desse grupo. Sequestraram novamente as adolescentes para que elas fossem obrigadas, junto com os familiares, a retirarem a queixa”, disse o policial.

Mais suspeitos
Segundo a Polícia Civil, há a suspeita de que outros três homens participaram do sequestro, além dos sete que já foram detidos, totalizando dez suspeitos no total. ” Provavelmente mais outros três que participaram do estupro. Vamos acabar chegando próximo a dez pessoas”, informou Evangelista.

A Polícia Civil busca identificar o local do primeiro sequestro. As adolescentes receberam atendimento no Hospital Municipal de Paulínia, prestaram depoimento e voltaram para casa. Por conta da legislação eleitoral, os três suspeitos que foram presos por últimos serão liberados.

Fonte: http://g1.globo.com/



Compartilhar Google Plus

Autor Roger Dance

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.