Anúncio 680 x 110 px

Balanço dos 100 dias do Governo Dixon a frente da Prefeitura


Dixon diz que primeiros 100 dias foram para "colocar a casa em ordem" e que a população começará ver as ações do governo.

Em entrevista exclusiva ao Aqui Paulínia, o prefeito Dixon Carvalho (PP) apontou as principais ações dos cem primeiros dias de governo e relatou que o período serviu para tomar conhecimento da situação e colocar a "casa em ordem". Agora, os primeiros resultados começarão a ser percebidos pela população, afirmou o prefeito.


Portal MP nas Redes - Facebook | Twitter |Youtube


Dixon relatou que ao assumir o cargo, no dia 1º de janeiro encontrou a cidade em um verdadeiro "caos", com dívidas na casa dos R$ 400 milhões, salários de servidores atrasados, falta de medicamentos, prédios públicos em péssimo estado de conservação e obras do hospital paralisadas.

O prefeito informou que o foco de sua gestão é minimizar os problemas da saúde, gerar empregos, investir na educação e construir casas, especialmente para famílias carentes.

Ele também lembrou que a Secretaria de Obras fará uma carta convite para consertar buracos no asfalto, nos casos mais urgentes, e que uma empresa será contratada, por meio de licitação, para realizar a Operação Tapa-Buraco com regularidade.

Ainda de acordo com o prefeito, o fato de não ter ocorrido transição atrapalhou o inicio de seu governo. Outra dificuldade relatada foi a diminuição da arrecadação e a crise econômica, que também afetou a cidade.

ALGUMAS AÇÕES DE DIXON EM 100 DIAS


Hospital

O prefeito contou que logo no início de sua gestão retomou as obras da ampliação do Hospital municipal e que em outubro o complexo deverá ser entregue à população. "Saúde é prioridade no governo e estamos trabalhando para que não faltem remédios, insumos e para que o setor tenha um bom nível", disse.

Dixon relatou que até o final de seu governo terá entregue um hospital do câncer e uma faculdade de medicina. Convênio e parcerias com empresas como a Unimed também serão firmados para mais hospitais sejam instalados em Paulínia.

Cursos Profissionalizantes e Geração de Empregos

Dixon considera a capacitação e qualificação de mão de obra como melhor caminho para recolocação dos cidadãos no mercado de trabalho. Por isso, tem firmado parcerias para oferecer cursos gratuitos voltados para diferentes seguimentos. Em apenas 100 dias, a Prefeitura, em parceria com instituições assistenciais e com  a iniciativa privada, garantiu vaga para 103 paulinenses em cursos de Hidráulica Predial, Empregada doméstica, Maquiagem Profissional e Informática.

Durante 100 dias aproximadamente 400 empregos foram gerados através do Pronto para o trabalho local.

Reformas

De acordo com Dixon, nos primeiros 100 dias de governo, a condição dos prédios públicos foi levantada através de registro fotográfico e relatórios. Ainda este ano uma empresa deverá ser contratada para reformar parte dos prédios públicos. "Encontramos equipamentos públicos em completo abandono. Estamos trabalhando para minimizar o problema o mais rápido possível. A população e servidores públicos merecem respeito", afirmou.

Bolsa de Estudo

O chefe do executivo explicou que em 100 dias de governo aproximadamente mil estudantes conseguiram bolsas de estudo, um recorde. "Assim que assumimos a Prefeitura, detectamos cerca de R$ 1 milhão em dívidas referentes a pagamentos do Bolsa Educação. Por tratarmos a Educação como prioridade, conseguimos efetuar os pagamentos atrasados, regularizando a situação dos alunos", disse o secretário de educação Luciano Ramalho.

Dixon quer fazer 2.700 moradias populares

O prefeito relatou que tem trabalhado para fazer até o final deste mandato, pelo menos 2.700 casas populares. Para atingir tal objetivo o governo tem realizado reuniões frequentes com empresas e órgãos públicos responsáveis por políticas públicas de habitação. "Moradia também é uma de nossas prioridades e estamos dedicados em reduzir o nosso déficit habitacional. Principalmente as famílias mais carentes serão contempladas", afirmou.

Segurança

O prefeito explicou que a gestão anterior deixou de pagar a empresa que locava viaturas e que foi necessário negociar para que a cidade não ficasse sem rondas e atendimentos da GM (Guarda Municipal).

"Nós fizemos então uma negociação com a empresa para quitar a dívida remanescente e concluímos o processo licitatório para a locação de 29 viaturas, que devem chegar no prazo de 90 dias", relatou o secretário de Segurança, Emerson Baptista.

O secretário explicou ainda que para suprir a necessidade imediata a empresa entregou quatro viaturas que já estão em operação, além de reformar uma Chevrolet S10.

Além das viaturas, também foi regularizada junto a Polícia Federal a situação de aproximadamente 100 armas de fogo que se encontravam com os registros vencidos.

Entulho

Para combater o descarte clandestino de entulhos, a Prefeitura de Paulínia, por meio da Secretaria de Obras e Serviços Públicos, tem realizado mutirões de limpeza pelos bairros da cidade. Entre os meses de janeiro a fevereiro deste ano, foram coletadas cerca de 6 mil toneladas de entulho.

A operação já passou pelas regiões dos bairros São José II, João Aranha, Vida Nova, Nova Paulínia, Betel, Santa Terezinha, Bom retiro, Cooperlotes, Parque dos Servidores, Jardim Leonor e Jardim Amélia.

Eventos

O prefeito também relatou que realizou um carnaval para aproximadamente 35 mil pessoas, realizou o tradicional corte de bolo no 53° aniversário de Paulínia, através da Secretaria de Turismo e Eventos a cidade terá um Rodeio em Julho, sendo a entrada 01 quilo de alimento não perecível e que retomará o projeto do Polo de Cinema sem aplicar recursos públicos. Dixon disse que este ano a cidade terá uma edição do festival de cinema, em meados do segundo semestre.

Fonte: Jornal Aqui Paulínia


Compartilhar Google Plus

Autor Roger Dance

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.