Anúncio 680 x 110 px

Qualidade do Ar é tema de reunião entre Prefeitura e Cetesb


Com o objetivo de voltar a monitorar a qualidade do ar e realizar ações em conjunto para diminuir a poluição na cidade, secretários da Prefeitura Municipal de Paulínia e a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) se reuniram na manhã desta quarta-feira (18/02), no Paço Municipal. No primeiro momento, os representantes do órgão ambiental, Lúcio Flávio Furtado de Lima, gerente da Agência Ambiental de Paulínia, Antônio Fernando Cabral, técnico em engenharia ambiental, Maria Lúcia Gonçalves Guardani, gerente da Divisão de Qualidade do Ar da Cetesb, e o gerente da Divisão  de Telemetria,  Daniel Silveira Lopes, conversaram com o secretário Vicente de Paulo Souza, responsável pela Secretaria de Meio Ambiente (SEDDEMA). Na sequência, finalizaram as conversas com o chefe de gabinete do prefeito, Reginaldo Vieira, e os secretários de Planejamento, Vlamilson Vieira, e de Governo, Beto Cavallaro.

Em suas ponderações, o gerente da Agência Ambiental, Lúcio Flávio Furtado de Lima, explicou a necessidade de uma modernização no padrão de qualidade, inclusive para se adequar às exigências da Organização Mundial de Saúde (OMS) e ao Programa de Metas Progressivas, que envolve uma série de ações que também irá interferir na melhoria da qualidade do ar. “Com a rede de monitoramento modernizada e operando, poderemos cobrar providências e até autuar as empresas no processo de renovação da Licença de Operação. Infelizmente, as duas unidades que tínhamos no município foram atacadas. Em nossa primeira avaliação, o local ideal para a nova estação é a região do Santa Teresinha. Para isso, precisamos de uma área e do aval da prefeitura”, explica o gerente.

As duas agências da Cetesb na cidade foram desativadas devido a invasão de vândalos que levaram os cabos e fios dos equipamentos que eram utilizados para realizar o monitoramento. Responsável pela área de monitoramento, Maria Lúcia explicou a necessidade de reativar as atividades da companhia, com a mesma qualidade da estação que estava localizada no bairro Morumbi. “Nós temos uma história de monitoramento em Paulínia. Pela direção do vento analisamos como está a qualidade do ar. Então hoje seria importante a gente relocar essa estação por conta do vandalismo que aconteceu. Precisamos das informações para saber a influência dos ventos de sul/sudeste,  que vem das indústrias para a cidade”. 

Para o secretário Vicente de Paulo Souza, a solução encontrada é uma parceria entre a Cetesb, a Prefeitura de Paulínia e as indústrias. A municipalidade vai oferecer o local para a relocação e depois disso melhorar o relacionamento entre os envolvidos. “Faremos todos os esforços para disponibilizar o local e também vamos fazer uma parceria para mútua colaboração que consiste em reuniões com frequência para que o empreendedor também participe e nos ajude a desenvolver políticas públicas para a melhoria da qualidade do ar. É importante por que os profissionais da Cetesb têm a parte técnica e nós aqui vamos colocar o empresário em contato com eles”, explicou.

Após as considerações dos representantes da Cetesb, o secretário já adiantou que a prefeitura não medirá esforços para atender a reivindicação. “Com os resultados que nos serão fornecidos mensalmente, poderemos conversar com os empresários e auferir como está o ar da nossa cidade. A partir daí, adotar medidas para promover a melhoria. Acho que é um grande momento e quem vai ser beneficiada é a população”, declarou.

A medição da qualidade do ar mostrará os parâmetros de poluentes, sem eles não há como realizar uma autuação. “Também vamos querer saber que tipo de parâmetros estão a mais ou menos, qual contaminante está num nível prejudicial e aí podermos autuar. O próximo passo é envolver todas as secretarias da prefeitura municipal: Industria e Comércio, Planejamento, Defesa Civil, Segurança Pública”, concluiu o secretário.


Compartilhar Google Plus

Autor Roger Dance

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.