Anúncio 680 x 110 px

Agentes da Zoonoses seguem visitando residências para vistorias contra larvas


A Prefeitura de Paulínia, por meio da Unidade de Vigilância em Zoonoses, segue realizando o trabalho de Avaliação de Densidade Larvária (ADL) no município. A ação está sendo realizada por meio dos agentes de controle de vetor que estão visitando alguns imóveis do município de Paulínia para realização dos procedimentos de avaliação de densidade larvária (ADL).

As visitas estão acontecendo desde o começo de janeiro, de segunda-feira a sexta-feira, das 09h00 às 16h00. Até o momento cerca de 950 residências já receberam a vistoria. A meta é visitar efetivamente 1200 imóveis para coleta de amostras e confrontação dos índices da cidade comparando-os com as normativas do estado.
A população deve permitir a entrada do agente de controle de vetor devidamente identificado para realização dos trabalhos. Os agentes encontram-se identificados por crachá e vestimenta característica da Secretaria de Saúde.

A ADL é dividida pela Sucen (Superintendência de Controle de Endemias), em duas áreas, sendo a área 1 e área 2. As casas visitadas são escolhidas através de sorteio. Foi finalizado a área 1, que inclui os bairros São José 2 e 1, João Aranha, Marieta Dian, Jardim Amélia, Pazzete, Jardim Leonor, Parque das Árvores e Jequitibás. E já está em andamento a realização da área 2, que são os bairros José Paulino, Centro, Jardim Itapoã, Bom Retiro, Jardim Flamboyant, Jardim vista Alegre, Jardim Fortaleza e Jardim América.

A ADL (Avaliação de Densidade Larvária) consiste na avaliação dos níveis de infestação de larvas de uma determinada área, num dado momento, onde as larvas encontradas são levadas para avaliação e posterior identificação da mesma.

A Coordenadora do controle do vetor para arboviroses, Ellen Freitas Oliveira reforça a importância das visitas. “O período de maior incidência da dengue é durante o Verão, em razão das chuvas e do calor. Por causa disso, temos que iniciar o trabalho de combate ao mosquito Aedes aegypti antes, como prevenção da doença”, reforça Ellen.

Em caso de dúvidas, entrar em contato com unidade de Vigilância em Zoonoses pelo telefone 3833-2299 e falar com a responsável pela coordenação do controle de vetor para arboviroses, a Médica Veterinária Ellen Freitas Oliveira.


Compartilhar Google Plus

Autor Roger de Souza

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.