Anúncio 680 x 110 px

Ação sobre pragas urbanas limpa 60 escolas


O Consórcio Paulínia Sempre Limpa, empresa responsável pela manutenção dos serviços de limpeza urbana do município e contratada da Prefeitura Municipal de Paulínia-PMP para atender a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos-SMOSP, emitiu um relatório no final deste mês de julho de 2018 referente ao “Projeto Controlar”. Foram apresentados números dos serviços realizados nas unidades escolares de ensino do município, Infantil, Fundamental e Médio. Ao todo foram atendidas 60 unidades com ação preventiva a escorpiões e outras pragas urbanas. O projeto tem como finalidade o combate, controle e a conscientização sobre as pragas urbanas.

De acordo com o secretário de Obras, Valdir Terrazan, foi uma das maiores ações de combate a pragas urbanas já realizada em Paulínia. "A área atendida alcançou a extensão de 214.410 metros quadrados. O volume estimado de material retirado foi de 4,5 mil sacos de 100 litros de resíduos, em sua maioria folhas e lixo. O número de 200 caixas de inspeções de drenagens foi desobstruído, além de uma grande quantidade de grelhas que também foram limpas, drenadas e desentupidas. Também foram identificados 170 metros cúbicos de entulhos, galhos e madeiras retirados, além de 43 tampas de caixas de inspeção confeccionadas e substituídas", conta Terrazan.

Com a implantação do Projeto Controlar, o prefeito Dixon Carvalho quer acabar de uma vez por todas com os riscos que as pragas urbanas geram nas unidades escolares. "Precisamos redobrar nossa atenção e com esse projeto temos certeza que iremos reduzir a incidência dentro das escolas. Além dessa ação, também estamos iniciando o maior programa de manutenção da nossas unidades escolares e isso também irá colaborar para que todas as condições sejam as melhores possíveis. E é isso que os nossos estudantes merecem". 

A coordenadora de serviços ambientais, Lais Brzezinski, explanou os trabalhos realizados nas unidades. “Nós entramos nas escolas, fizemos uma inspeção e limpeza em toda área externa para retirar tudo que pudesse se tornar criadouro de pragas urbanas, rato, escorpião, aranha. Nosso objetivo foi eliminar os possíveis focos. Foi uma ação preventiva”, explicou Brzezinski. Ela também esclareceu que essa ação mais ampla foi para iniciar o projeto e agora, para dar continuidade, também haverá ações de manutenção como rastelagem da grama e retirada de resíduos, o que já aconteceu por duas vezes em cada local. “Já estamos iniciando a terceira manutenção. A cada 10 e 20 dias, uma equipe volta ao local para realizar esse serviço de conservação e limpeza das unidades”, informou. As atividades de limpeza preventiva continuam nos locais de acordo com uma programação da empresa e visa o extermínio das pragas.

Apesar de atuar no controle, o Projeto Controlar prioriza também a conscientização sobre o descarte irregular de lixo e entulhos em terrenos desocupados, que podem se transformar em criadouros de pragas e animais peçonhentos. “É importante que todos, nas escolas, colaborem com o Projeto Controlar. Em todas as operações solicitamos um responsável da unidade escolar para fazer o acompanhamento e instruímos a respeito do que pode ser feito para evitar o problema” ressaltou Brzezinski. 

Pragas Urbanas se proliferam desordenadamente no ambiente das cidades e oferecem risco à saúde humana. Os principais exemplos são baratas, moscas, pernilongos, formigas, escorpiões, morcegos, ratos, pombos, caramujos, entre outros. Estes se encaixam na lista de animais sinantrópicos, expressão utilizada para designar animais que habitam locais próximos ao homem e se adaptam a viver junto deste.


Compartilhar Google Plus

Autor Roger de Souza

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.