Anúncio 680 x 110 px

Preços de itens da lista de material escolar podem variar até 300%


Está tudo mais caro em função do dólar e da inflação. Canetas, cadernos e borrachas devem ter aumento médio de 12%.

Na extensa lista de contas do comecinho do ano, para quem tem filho, está lá: o material escolar. E está tudo mais caro por causa do dólar e da inflação, mas este é um compromisso que não dá pra fugir ou adiar. A dica é pesquisar bastante antes da compra porque os preços podem variar até 300%.

Portal MP nas Redes - Facebook | Twitter |Youtube

A temporada de pesquisa de preços da lista de materiais escolares já começou.
E não são só os livros que estão com os preços mais salgados, canetas, cadernos e borrachas devem ter um aumento médio de 12% na linha 2016. Já produtos importados como mochilas, por exemplo, podem ficar até 30% mais caros.

“Estamos tendo impacto de aumento de custos e esses custos estão sendo repassados aos produtos e são causados por pressão do dólar e pela pressão inflacionária que existe no país", explica Rubens Ferreira Passos, presidente da Associação Brasileira de Importação de Artigos Escolares.

Em duas cestas com 15 itens escolares cada uma, a reportagem do Hora 1 separou produtos que fazem parte da lista de materiais escolares. Tudo o que tem em uma lista, tem na outra também, como mochilas, canetinhas, estojos, cola. Em uma cesta, o preço total para pagamento ficou em R$ 608, na outra R$, 146.

A diferença chega a mais de 300%, o que significa que o consumidor tem que pesquisar bastante e colocar as contas na ponta do lápis antes de comprar.

Fonte: Hora 1 | G1



Compartilhar Google Plus

Autor Roger Dance

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.