Anúncio 680 x 110 px

Trilhas da APA Campinas receberão 160 placas de sinalização turística


Região da APA é bastante frequentada por ciclistas e pedestres | Foto: Luiz Granzotto/PMC

A partir da próxima semana, as trilhas e rotas localizadas na região da APA (Área de Proteção Ambiental) Campinas passarão a receber placas de sinalização turística para orientação dos ciclistas e pedestres. Ao todo, serão 160 placas e totens espalhados pelos mais de 300 quilômetros da área composta pelos distritos de Sousas e Joaquim Egídio e região do bairro rural Carlos Gomes. O projeto é fruto de uma parceria entre a Secretaria Municipal do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SVDS) e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Social e Turismo (SDEST).


Portal MP nas Redes - Facebook | Twitter |Youtube


As placas de sinalização seguem o padrão de turismo internacional e são resultado de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado pela empresa MRV com a Prefeitura de Campinas. A implantação da sinalização custará à empresa R$ 180 mil. A previsão é de que todas as placas e totens estejam instalados até o final de janeiro de 2017. O objetivo é facilitar o trajeto dos turistas com precisão da localização e fomentar a economia verde da região.

De acordo com o secretário da SVDS, Rogério Menezes, serão beneficiados, principalmente, os mais de 1.000 ciclistas e pedestres que já circulam pelas vias vicinais da APA Campinas nos finais de semana.

“Vamos estimular uma atividade que já ocorre nesses locais. Além de lazer saudável, a presença de pessoas favorece a preservação dos espaços”, diz Menezes.

Para o titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Samuel Rossilho, a proposta é fomentar o turismo ecológico e proporcionar aos frequentadores das trilhas mais informação, conforto e segurança: “Campinas trabalha para estimular o turismo com preservação ambiental e isso atrai investimentos. Esta é a nova economia do século XXI”, afirmou Rossilho.

O projeto prevê a implantação, na entrada do distrito de Sousas, de mapas com as trilhas existentes na APA com QR Code — código de barras que pode ser escaneado por telefones celulares com câmeras.

Por meio do QR Code, o turista poderá obter informações dos distritos como restaurantes, fazendas, casarões, fragmentos de mata nativa, informações ecológicas, culturais e outras. As placas de sinalização estarão distribuídas também ao longo das trilhas.




Compartilhar Google Plus

Autor Roger Dance

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.