Anúncio 680 x 110 px

INEPTOCRACIA sindical - O DESAMPARO do SERVIDOR PÚBLICO em Paulínia



Ineptocracia é um sistema de governo onde os menos capazes de liderar são eleitos pelos menos capazes de produzir, e onde os membros da sociedade com menos chance de se sustentar ou ser bem-sucedidos são recompensados com bens e serviços pagos pela riqueza confiscada de um número cada vez menor de produtores.

Essa palavra resume bem o que é a falência de um sistema político e como podemos adequar a fala ou definição da INEPTOCRACIA dentro da realidade sindical voltada para os trabalhadores do serviço público municipal da cidade. Aqui mesmo em nossa realidade regional, quase feudal do funcionalismo público de Paulínia.


Portal MP nas Redes - Facebook | Twitter |Youtube


 Lembrando que, antes mesmo de criticarem, achando que falo de pessoas ou adversários, falo sim como dirigente sindical que atualmente sou e dessa forma tenho a obrigação de apontar uma melhor direção que nossa instituição sindical e os servidores em Paulínia deveriam tomar.

Acompanhem o texto até o final, será importante para a sua reflexão.

A importância da política e de seus líderes.


Durante os meus 17 anos de carreira como servidor sempre busquei a luta e o amadurecimento. Foi assim que entendi que não tendo como fugir, a política é o que move toda a nossa sociedade. Estando intrinsecamente ligada a todos os movimentos. Desde a política trabalhista e pública, até mesmo a política partidária a familiar. Falar de política não é um assunto as vezes prazeroso, muitas vezes sendo até mesmo entediante. Mas quem não fala de política e não participa de política é governado por quem fala e participa.

Onde quero chegar ??? Simples, quero alertar que somos uma categoria que possui mais de 5.000 mil trabalhadores, mas não temos a consciência da força que possuímos. Precisaríamos de um líder como todo grande navio necessita, para pilotar o mesmo a um porto seguro com mares calmos e volumosos.

Ou seja, a categoria ao meu ver, ainda esta longe de ter uma representatividade a altura e que seja capaz de angariar forças unindo essa enorme massa de trabalhadores na direção de grandes conquistas à todos.

Aí onde entra a definição da palavra INEPTOCRACIA que acaba caindo como uma luva dentro da situação na qual nos encontramos hoje.

Observem bem que aqui estou no campo da idéias e não de pessoas. Mas todas as ações são coordenadas por pessoas dentro dessa engrenagem fantástica chamada sociedade. Então fatalmente expor idéias acaba naturalmente expondo pessoas, ou direcionando a pessoas. Pois precisamos de mentes abertas a mudanças e dispostas a aplicar o remédio para curar a estagnação.

Porque hoje é bem isso.  Nossa representatividade esta sendo tocada por pessoas menos capazes de liderar. E os que escolheram são os menos capazes de produzir porque resolveram passar a bola pra frente, utilizando aquela típica frase: Que outro descasque esse abacaxi, que não seja eu.

Não é fácil sair do comodismo e monotonia do dia a dia, para se dedicar a algo maior pela coletividade. E que muitas vezes não vemos retorno imediato. Isso quando vemos ?! Até entendo, mas não concordo. Se fosse assim, sem haver a busca incessante por melhoras, ainda estaríamos vivendo em cavernas.

O objetivo desse texto é trazer a reflexão, certo ??? Então sigamos em frente.

Percebo duas situações.


Em conversa com dezenas de servidores nas bases de trabalho, percebo essas duas situações. A primeira é que estamos sem uma forte liderança da categoria e a segunda é que o servidor não quer comprar essa luta (Abacaxi), até mesmo por que falta credibilidade, mediante tantas situações mal resolvidas e posturas duvidosas no âmbito político da cidade.

No meio dessa confusão toda o trabalhador fica inerte por não saber que rumo tomar e escolhe não descascar o abacaxi porque isso se torna uma missão ingrata e assustadora. Cabe ao destino apontar um líder capaz de ofuscar o medo e dissipar a confusão. Mas isso requer um amadurecimento dos trabalhadores na hora de escolher seus líderes. Tem que se quebrar a roda viciosa da ineptocracia.

Quem tem coragem de discutir esse assunto ??? Sem levar para o lado pessoal ??? Pois é, eu sempre costumo dizer que uma ferida para ser curada tem que ser espremida. E isso no primeiro momento causa muita dor, mas depois a cura é certa.

Temos lideranças constituídas legalmente por mera formalidade da lei, mas na prática vemos nosso navio chamado "Categoria de Servidores Públicos" a deriva nesse mar de interesses, justamente por falta de uma liderança visionária e altruísta, madura e competente.

É assim que me sinto como servidor !!! Você servidor que esta lendo se sente assim também ???

Podem até perguntar ?!


Aí podem me perguntar: Roger Dance você tem essa consciência e esta vendo isso, então porque não faz nada ???

Eu respondo que estou sim fazendo, estou sim tentando. Pois luto por aquilo que acredito e sempre estive do lado do funcionalismo público em todos esses anos. Mas enfrento uma luta até muitas vezes injusta, pois meus adversários na grande maioria das vezes levam para o lado pessoal e jogam sujo para derrubarem quem quer que seja que tente os libertar da INEPTOCRACIA.

É um estado letárgico e viciante onde as mentes menos favorecidas não querem sair, pois os membros da sociedade com menos chance de se sustentar ou ser bem-sucedidos são recompensados com bens e serviços pagos pela riqueza confiscada de um número cada vez menor de produtores.

Isso é devido ao MEDO. Essas pessoas tem muito medo. Imagina alguém querer romper esse ciclo vicioso ?! Não pode, porque aí vai expor a incompetência e ineficácia de quem se intitula o ilusório salvador dos servidores públicos.

Se isso acontecer, vai ficar exposto ao ridículo, quem entrou no último minuto. Apresentou-se por último dentro do contexto e nunca foi ou teve expressividade nenhuma de luta. E mais exposto ainda quem se mostrou ser um novo nome e uma nova esperança. Acabando por se transformar em mais um, com total incapacidade de agregar pessoas e valores em volta de um bem maior e comum que seria a luta pela categoria.

É disso que nossa sociedade é composta, de ilusões.

Sem medo de ficar exposto !!!


Eu não tenho medo de ficar exposto e nem de ser testado, vai ver que é por isso que insistem em dizer por aí que tenho alguma rejeição. Ora isso é discurso de quem tem medo. Desclassificar o adversário é a primeira ação instintiva que se pode ter. Serve como um mecanismo de defesa natural.

Por isso essa definição de INEPTOCRACIA nos remete, automaticamente, à descrição feita pela filosofa russa Ayn Rand:

"Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; Quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; Quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você; Quando perceber que a corrupção é recompensada, e a honestidade se converte em auto-sacrifício; então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada."

Como diz a filosofa acima, perceba e chegará a sua conclusão. Mas nem tudo esta perdido, basta tomarem as rédeas da situação e escolherem melhor seus líderes.

Sem me alongar mais, termino por aqui. Teremos tempo para conversar em outras oportunidades. O Portal MP e o blogueiro, que vos escreve, existem também e principalmente para expor idéias.

Lembrando que estou pouco interessado em falar de pessoas, mas sim denunciar as ações catastróficas, porque não dizer até patéticas, que tem causado enorme prejuízo a classe trabalhadora dos servidores públicos de Paulínia.

Sigamos em frente acreditando em dias melhores e com a consciência de que precisamos nos unir.


Compartilhar Google Plus

Autor Roger Dance

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.