Anúncio 680 x 110 px

Bolsonaro declara professora que salvou crianças em creche como Heroína Nacional


Heley de Abreu Silva Batista morreu em outubro de 2017 ao salvar vários alunos de sua creche que foi incendiada por um ex funcionário.

Em reunião com ministros, o presidente Bolsonaro assinou uma declaração oficial, que condecora a professora Heley como heroína nacional.
Emocionado, Bolsonaro elogiou a conduta da professora, que deu sua própria vida para salvar as crianças de sua creche.

"Hoje, como Presidente da República, declaro, através deste documento, o título de Heroína Nacional à professora Heley de Abreu, uma verdadeira mulher empoderada que sacrificou sua vida para salvar aquelas crianças. Que Deus lhe guarde embaixo de suas asas." Disse o presidente.

Heley de Abreu Silva Batista morreu em um ato de coragem para salvar crianças na Tragédia de Janaúba.A professora salvou pelo menos 25 crianças No dia 5 de outubro de 2017, na creche Gente Inocente em Janaúba, Minas Gerais, o vigilante Damião Soares dos Santos ateou fogo em si mesmo, e em várias crianças numa sala de aula. A pedagoga protegeu as crianças com auxílio de outras duas funcionárias, Jéssica Morgana, e Geni Oliveira (que também morreram), abraçando-se ao criminoso para impedir que continuasse o ataque, e ajudando a retirar as crianças feridas. Heley teve 90% de seu corpo queimado e morreu no hospital, assim como as outras duas funcionárias.

Na tragédia, dez crianças morreram, além das três funcionárias da escola, e também o autor do ataque, totalizando quatorze mortos.

Fonte: O Congreso

http://www.ocongresso.com/2019/01/bolsonaro-declara-professora-que-salvou.html?m=1&fbclid=IwAR2p51NYryfoUxXVop88g_ONZqHwe9YXYGLrNzo6fmGzU3aQzvOrOiGn6wQ


Autor Roger de Souza

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.