Anúncio 680 x 110 px

Depois de 10 anos de abandono, Biblioteca Virtual voltará a ser utilizada pela população


Quinze toneladas de lixo e entulho foram removidas do espaço

Símbolo do abandono e do descaso com o dinheiro público, a Biblioteca Virtual, no bairro Presidente Médici, está sendo limpa e voltará a ser utilizada pela população. Na parte da manhã de quarta-feira (20), dezesseis trabalhadores do Consórcio Paulínia Sempre Limpa estiveram no local e começaram os trabalhos. Quinze toneladas de lixo e entulho foram removidas do espaço.

O prédio estava fechado há dez anos e era usado por dependentes químicos, que também furtaram e danificaram alguns vidros, e as instalações hidráulica e elétrica. Segundo a assessoria da Prefeitura, no local dos vidros quebrados, serão colocadas prensas de madeira. Já a parte elétrica e hidráulica será consertada por servidores públicos e apoiadores da região. O prédio também será pintado e a área externa receberá serviços de jardinagem. Os serviços serão realizados de forma gradativa.

Inicialmente, aulas de capoeira e zumba serão ministradas no local a partir da próxima segunda-feira (25). A meta é que também sejam dadas aulas de informática e outras artes marciais. O presidente da Associação dos Moradores do Bairro Presidente Médici Benedito Aguiar, Vladimir Luciano Firmino, relatou que se trata de “uma vitória para a cidade”. “Um problema grave está sendo resolvido. A nossa comunidade vai ser muito beneficiada”, afirmou.

A dona de casa Lúcia Costa Amaral, 66 anos, disse que tinha medo de passar pelo local. “Ficava triste quando via tudo abandonado. Usuários de drogas intimidavam as pessoas. Estou muito feliz com a novidade em nosso bairro”, comentou. A ação é fruto de trabalho entre as Secretarias de Turismo e Eventos, Defesa Civil, Obras e Governo.


Autor Roger de Souza

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.