Anúncio 680 x 110 px

"Ampliação da Replan Paulínia, forasteiros que aqui comparecem"


Coluna ViZão Feminina

Paulínia Riqueza e Desenvolvimento

Quando dizemos que nossa cidade é rica muitos entendem, mas não analisam! Ser uma cidade rica tem seus prós e contras. O desenvolvimento acelerado, faz de nossa cidade alvo de crescimento constante e desenfreado. Porem Paulínia ainda é considerada uma cidade pequena.
Uma cidade que abriga um polo petroquímico, de grandes riquezas industriais, empresas que geram renda e valorizam o solo.

O crescimento
Não se vê em nossa região uma cidade de tantos investimentos indústrias! Nas entrelinhas Paulínia cresce, sem que nós moradores tenhamos tanto conhecimento de tal crescimento. O impacto na cidade é visível ao longo das ultimas décadas, o aumento de moradores e de empresas trás a necessidade de infraestrutura para receber tais trabalhadores, que migram do país todo para servir sua mão de obra nas indústrias que aqui estão e de continuar a oferecer a seus moradores o tratamento que merecem, faz-se a cada ano um objetivo claro para todos.

Gestões e investimentos
Quando um gestor toma a atitude de querer mudar e tem a mente voltada ao crescimento e modernização é taxado de sonhador, mas se não fossem esses sonhos, Paulínia ainda seria uma grande roça como era há décadas a trás. E a troca de gestores atrasa essa modernização e adequação ao crescimento. Quatro anos sem qualquer investimento é impactante demais para Paulínia!
Na atualidade sofremos com o crescimento populacional, o qual apesar de investimentos de governos passados, a modernização e o humanismo não são seguidos em todos os modelos de governo, o que acaba por não adequar os serviços públicos a este crescimento. 

O aceleramento
De acordo com o jornal Correio Popular de 11/05/2012 nº 26939 na reportagem do caderno B, sobre o aceleramento da fabricação de combustível para aeronaves da refinaria Replan em Paulínia, podemos ter uma noção do quanto nossa cidade é responsável também pelo crescimento sócio econômico de nosso país.
O aumento necessário da fabricação de combustível para aeronaves chega a 180 milhões em cinco anos, se fará necessário o aumento da refinaria e adequações nas normas da legislação que hoje impõe a diminuição de enxofre no combustível.
Mais um enorme avanço para a Replan e para a cidade de Paulínia que abriga a empresa.
Em cinco anos teremos um aumento na mão de obra qualificada e consequentemente um aumento populacional. Uma vez que a empresa contratará novos trabalhadores, Paulínia ganhará novos moradores.

Acompanhando
O maior objetivo desta resenha é mostrar a todos como Paulínia é importante, como deve crescer junto ao polo industrial, acompanhar o crescimento com o restante de suas riquezas e estar sempre de braços abertos aos novos moradores, que auxiliam sim no crescimento e desenvolvimento de nossa cidade.
Os "forasteiros" como alguns denominam a quem não é nascido em Paulínia, foram junto aos filhos dessa terra os grandes responsáveis pelo desenvolvimento e riquezas pertencentes a Paulínia.

Aos forasteiros que aqui comparecem,
Se estamos e vivemos em uma cidade encrustada de indústrias e desenvolvimento deveríamos já saber desde o princípio que aqui se instalariam "forasteiros" de todo o país, quí. Sá do mundo! E isso deveria ser motivo de orgulho, assim como Campinas recebe estudantes do mundo todo e os respeita e convive com os mesmos sem problemas, muito pelo contrario se orgulha de formar excelentes profissionais como, pesquisadores, médicos, artistas, geólogos, historiadores entre outros.
Com a notícia de ampliação da Replan, receberemos mais e mais imigrantes e é de obrigação da cidade, recebe-los e adequá-los a todos os programas de atenção publica sem descriminação e sem afetar aos moradores!
Portanto a necessidade de perceber os "forasteiros" como auxiliares de desenvolvimento e cidadãos como nós, independente de sua origem, é um ato simples de cidadania e democracia, a cidade de Paulínia é de todos e tem lugar e braços para acolher a todos nós, sem distinção alguma! 

Homenagem
Um trecho do Hino de Paulínia para homenagear aos "forasteiros" que aqui comparecem:

"A riqueza que hoje se expande
É o fruto de um grande labor 
Do colono, do escravo, do imigrante 
Que nos deram seu trabalho com valor.
[...]
Forasteiro que aqui comparece 
E se alista na nossa legião
Jubilosa a cidade agradece
Porque é mais que um amigo, um irmão!"



Fazer o bem sem olhar a quem, gerar gentilezas, jamais se calar!! Esse é o lema!!


Compartilhar Google Plus

Autor Tati Mazziero

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.