Anúncio 680 x 110 px

#HABITAÇÃO - Início da análise das famílias dos módulos 2 e 3 do Pazetti


Habitação vai iniciar análise das famílias dos módulos 2 e 3 do Residencial Pazetti

A Secretaria de Habitação de Paulínia irá iniciar na próxima semana o processo de análise de critérios das famílias que serão contempladas com casas dos módulos 2 e 3 do Residencial Pazetti. Depois da finalização desse processo, as casas serão entregues às famílias que estiverem dentro dos critérios estabelecidos.

As primeiras documentações analisadas serão das famílias que fizeram os depósitos bancários no processo aberto na administração passada, que foi realizado de maneira ilegal.

Sigam Movimento Paulínia no Twitter: @MPaulinia

De acordo com o secretário de Habitação, Danilo Garcia, a análise será baseada no artigo 4º da Lei 32.83/2012, que prioriza moradores de Paulínia, cadastrados no PAS (Programa de Ação Social), que não possuam imóveis, idosos, portadores de deficiência, famílias em vulnerabilidade social e composição familiar (número de filhos).

“Faremos o processo com muita fiscalização e vigilância para não cometer os mesmos erros e injustiças cometidos pela a administração passada”, afirmou o secretário.

As 280 casas que ainda não foram entregues já estão prontas e deverão ser liberadas até o final de outubro. Desde que assumiu a administração, o prefeito Edson Moura Junior pediu agilidade para a finalização das obras.

“Nossa meta é entregar cerca de três mil moradias até o final do mandato. Oferecer moradia digna à população é uma das prioridades do meu governo”, disse o prefeito.

Reunião

Durante a semana, o secretário de Habitação se reuniu com as famílias que fizeram o depósito bancário no processo iniciado na antiga administração para prestar alguns esclarecimentos.

 “A seleção foi feita por meio de correspondentes e não diretamente com a prefeitura. Isso está errado, uma vez que o empreendimento está enquadrado nos critérios do programa do governo federal “Minha Casa, Minha Vida”, explicou.

Danilo ressaltou ainda que o objetivo da administração é apenas fazer justiça. “Sabemos que por trás desses depósitos existem sentimentos e sonhos. Mas iremos enquadrar o empreendimento dentro da lei e, a partir daí, montar o processo de análise”, finalizou.



Compartilhar Google Plus

Autor Roger Dance

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.