Anúncio 680 x 110 px

Paulínia sedia a 4ª Reunião Ordinária do grupo dos Comitês das Bacias PCJ


Na manhã desta terça-feira, 27 de março, a Secretaria de Defesa e Desenvolvimento do Meio Ambiente de Paulínia promoveu a 4ª Reunião Ordinária do grupo dos Comitês das Bacias PCJ, dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. Participaram os membros do Grupo de Trabalhos da Rede de Áreas Protegidas das Bacias PCJ da RMC-Região Metropolitana de Campinas e alguns convidados. O encontro aconteceu na Prefeitura Municipal de Paulínia, no Salão Nobre, com o objetivo de discutirem as informações levantadas pelo grupo, solicitadas na reunião anterior, a respeito das áreas de atuação de cada representante.

“O grupo existe dentro das câmaras técnicas de recursos naturais dos comitês e discute estratégias para melhorar a gestão das áreas protegidas, para integrar ações que já acontecem, também para criar novas ações, visando melhorar a proteção para a área”, declarou Cristiano Krepsky, coordenador do GT- Rede de Áreas Protegidas, da Fundação José Pedro de Oliveira/ Mata de Santa Genebra. De acordo com Krespsky a reunião girou em torno dos dados captados pelo grupo sobre as áreas protegidas, sobre a parceria com o GAEMA-Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio Ambiente do Ministério Público e das sugestões para melhorar e integrar as ações do grupo. Além disso, aconteceu ainda a apresentação do Projeto Reconecta, pelos seus membros, Gabriel Dias Mangolini Neves, Sueli Aparecida Thomaziello e Ana Paula Pellegrino.

O Projeto Reconecta teve como origem o Plano Municipal do Verde, da Prefeitura Municipal de Campinas e tem como objetivo a promoção de ações de recuperação e conservação da fauna e flora, de maneira conjunta entre os 20 municípios integrantes da Região Metropolitana de Campinas, através de um Termo de Cooperação firmado entre os prefeitos dessas cidades. “O projeto conta com a participação de técnicos da área ambiental das prefeituras, que através de reuniões, trabalhos integrados e workshops vêm, desde o início de 2017, definindo temas e prioridades para essas ações ambientais relevantes, que ultrapassam as fronteiras de cada município e objetivam atuar de modo integrado em todo o território da RMC”, explicou Mangolini. O projeto conta com importantes parceiros como o ICLEI, que é uma rede global com líderes de mais de 1,5mil cidades, vilas e regiões comprometidas com a construção de um futuro sustentável, através do projeto INTERACT-Bio, e hoje esteve com seus representantes em Paulínia para participar da reunião.

Participaram também da reunião, os representantes da Seddema, Ariadiny Monteiro da Silva e Benedito Camargo, o coordenador da CT-RN (Câmara Técnica de Conservação e Proteção dos Recursos Naturais) João José Demarchi (IZ/APTA/SAA), da Fundação José Pedro de Oliveira/ Mata de Santa Genebra, além do Dr. Rodrigo Garcia e Dra Flaviana Maluf de Souza, do Ministério Público, entre outros. O secretário da pasta Vicente de Paulo de Souza avaliou que a reunião foi importante para o andamento dos trabalhos.

Os Comitês PCJ foram criados e instalados segundo a Lei Estadual (SP) no 7.663/91(CBH-PCJ), a Lei Federal no 9.433/97 (PCJ FEDERAL) e a Lei Estadual (MG) nº 13.199/99 (CBH-PJ).


Compartilhar Google Plus

Autor Roger Dance

Sou criativo, polêmico, autodidata por natureza e político por opção. Meus ideais de uma sociedade justa e igualitária estão no sangue. Sejam bem vindos a minha vida e ao mundo da informação dos bloggers.