Header Ads

Anúncio 680 x 110 px

Região Campinas é a que teve mais presos detidos no estado no 1° dia da ‘saidinha’


 A Polícia Militar prendeu na terça-feira (11), 115 detentos beneficiados pela saída temporária que estavam violando as regras impostas para ter direito a medida. Foi o primeiro dia da “saidinha” autorizada pela Justiça.

No estado de São Paulo, cerca de 35 mil prisioneiros foram beneficiados — tendo de retornar aos presídios na próxima segunda-feira (17). A maioria das prisões aconteceu na região de Campinas, com 37 detentos recapturados. Na capital paulista, foram 31 prisões. Na região de Piracicaba 15; Ribeirão Preto 12; Bauru 8; Sorocaba 6; Araçatuba 2; São José dos Campos 2; São José do Rio Preto 1; Santos 1.

Assim que recebem o benefício e saem do presídio, os presos ficam proibidos de sair da cidade, frequentar bares, boates, envolver-se em brigas, andar armado ou praticar qualquer outro ato considerado grave perante a Justiça. Ainda devem permanecer em casa no período noturno.

No estado de São Paulo, desde o ano passado, todo detento flagrado infringindo as regras é reconduzido ao Instituto Médico Legal. Após o exame pericial, o policial responsável pela condução deverá levar os sentenciados aos Centros de Detenção Provisória ou para a Penitenciária Feminina da capital, conforme prevê uma portaria da Secretaria da Segurança Pública (SSP) com o aceite da Secretaria de Administração Penitenciária.

Além disso, o acordo de cooperação entre a SSP e o Tribunal de Justiça de São Paulo permite que os policiais tenham acesso às informações dos detentos beneficiados. Dessa forma, é possível verificar durante a abordagem se as regras da saída temporária estão sendo cumpridas.

Tecnologia do Blogger.